whatsapp
(011) 2088-1909 Telefone (011) 97522-6386 celular vivo (011) 95997-7546 celular tim (011) 99199-2029 celular claro (011) 96230-9281 celular oi (011) 94262-3311 celular nextel
Clínica Viver Sem Drogas
Codependência

Codependência

O codependente acredita que sua felicidade depende da pessoa que tenta ajudar, e assim se torna dependente dele emocionalmente, procurando ajudá-lo seja sendo excessivamente permissivo, tolerante e compreensivo com os abusos do outro, seja sendo excessivamente controlador, perfeccionista e autoritário. É comum que o codependente coloque as necessidades do outro, acima de suas próprias. É comum que desenvolvam relacionamentos contraditórios onde são expressados comportamentos de afeto e agressão simultaneamente, onde ambas pessoas estão fortemente envolvidas emocionalmente e não conseguem se desvincular uma da outra.

Quando alguém abusa do uso de álcool ou de outras drogas e se torna um dependente, vai perdendo, gradativamente, o controle de sua vida e abandonando suas responsabilidades. Nesta hora, a família, ou os mais próximos, podem começar a assumir as funções que vão sendo deixadas de lado pelo dependente químico.

Contas para pagar, desculpas para faltar ao trabalho (enquanto este ainda existe), todos os assuntos referentes às crianças quando há filhos na família, atividades sociais… Tudo que alguém precisa cuidar e resolver, costumeiramente, vai sendo absorvido pelas pessoas mais próximas. Em geral, os familiares. Desta forma, os sistemas familiares geram relacionamentos extremamente adoecidos e que são sustentados e perpetuados porque as pessoas ligadas aos dependentes sentem-se presas numa armadilha, sem alternativas.

Neste cenário, faz-se necessário definir um termo pouco conhecido, a co-dependência, que significa: “viver num sistema em que uma pessoa se responsabiliza por outra que está agindo irresponsavelmente e destruindo a própria vida”. Mas isso tem um preço. Essa dinâmica adoece a família como um todo e cada membro no que cada um já traz como bagagem de dificuldade.
Sugerimos que a Família procure os Grupos de Apoio (Amor Exigente, Al-Anon e Nar-Non) pra saber como lidar com seus dependentes no Pré, Durante e Pós Tratamento.

Blog

Regulamentação